segunda-feira, 11 de abril de 2011

NOBRE deixa PS em pânico


Humanidade foi desprezada pelo actual governo

O Partido Socialista está em pânico. Fernando Nobre vai ganhar estrondosamente em Lisboa a um Ferro Rodrigues que é uma das peças mais ferrugentas da sucata do Largo do Rato. A escolha de Pedro Passos Coelho não poderia ser mais certeira e eficaz para varrer para debaixo do tapete o lixo de seis anos da mais lamentável governação que o País conheceu desde a governação dos Filipes castelhanos. 

A indicação de Fernando Nobre para cabeça de lista em Lisboa e o mais que certo futuro presidente da Assembleia da República é uma lufada de ar fresco na bafienta sala da democracia portuguesa. É um homem sério, impoluto, sem faces ocultas, algo que a mafia da rosa e outras não perdoam. 
A propaganda do poder que levou Portugal à ruína já começou a movimentar-se para tentar denegrir a imagem de alguém que tem uma folha limpa, sem cadastro político conspurcado por jogos de interesses e tráfico de influências. 
Os assessores ministeriais deste governo moribundo estão em todos os programas de intervenção pública assanhados e histéricos não poucas vezes recorrendo ao insulto. 
Esses já esqueceram quando Ferro Rodrigues foi apanhado numa escuta com a dizer ao então presidente Jorge Sampaio "estou-me c@g@ndo para o segredo de Justiça" no auge do caso Casa Pia. 
E dá-me vontade de rir quando falam em mentiras. As aldrabices de Sócrates ao longo do seu magistrado não cabem em 100 posts com este tamanho...

Sem comentários:

Enviar um comentário