domingo, 30 de junho de 2013

Frases&mortais: ADOLF HITLER


"OS POVOS NUNCA FORAM LIBERTADOS COM HUMANIDADE E DEMOCRACIA,
EU NÃO ESCREVI O MEIN KAMPF PARA SER MANUAL DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO SANTANA LOPES "

Adolf Hitler, depois de confirmar que Heinrich Himmler já tinha os fornos aquecidos...e não era para assar salsichas, que o Fuhrer era vegetariano.

sábado, 29 de junho de 2013

Frases&mortais: Arquimedes


"EUREKA!, descobri-te, minha vaca!"


Gritou ARQUIMEDES, em Siracusa, na Grécia,  quando fugiu nu para a rua, depois de descobrir a mulher com o amante  em pleno sexo na banheira e, vendo tudo encharcado em redor,  concluiu que dois corpos total ou parcialmente imersos  num fluido em repouso obtém um impulso de baixo para cima igual ao peso do volume de fluido que eles deslocavam ao fornicar furiosamente dentro dele.  


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Frases&mortais: Ricardo III e o cavalo


"UM CAVALO! UM CAVALO! O MEU REINO POR UM CAVALO!
UMA MULA, UM BURRO, UMA BESTA, UM CAMELO,UNS PATINS, UM SKATE UMA MOTA, UM TÁXI, 
UM DOS MILHARES DE CARROS QUE O ESTADO PORTUGUÊS TEM
A MAIS...QUALQUER FILHO DA MÃE QUE POSSA MONTAR!"

Ricardo III, rei de Inglaterra, na Batalha de Bosworth Field, contra o pretendente Henrique Tudor. 

E desde então o Povo diz:
Por falta de um prego, perdeu-se
uma ferradura;

Por falta de uma ferradura, perdeu-se
um cavalo;

Por falta de um cavalo, perdeu-se
uma batalha;

Por falta de uma batalha, perdeu-se
um reino;

E tudo isso por falta de um prego
na ferradura!!!

quinta-feira, 27 de junho de 2013

INSULTOS DE A a Z...divirta-se e &%$%&/%$


A- abafa-a-palhinha, abécula, abelhudo, abichanado, abutre, agarrado, agiota, agressivo, alarve, alcouceira, alcoviteira, aldrabão, aleivoso, amalucado, amarelo, amaneirado, amaricado, amigo-da-onça, analfabeto, analfabruto, animal, anjinho, anormal, apanhado do clima, aparvalhada, apóstata, arrelampado, arrogante, artolas, arruaceiro, aselha, asno, asqueroso, assassino, atarantada, atrasado mental, atraso de vida, avarento, avaro, ave rara, aventesma, azeiteiro

B- bacoco, bácoro, badalhoca, badameco, baixote, bajulador, baldas, baleia, balhelhas, balofo, banana, bandalho, bandido, barata tonta, bárbaro, bardajona, bardamerdas, bargante, barrigudo, basbaque, basculho, básico, bastardo, batoque, batoteiro, beata, bebedanas, bêbedo, bebedolas, beberrão, besta, besta quadrada, betinho, bexigoso, bichona, bicho do mato, biltre, bimbo, bisbilhoteira, boateiro, bobo, boca de xarroco, boçal, bode, bófia, boi, boneca de trapos, borracho, borra-botas, bota de elástico, brochista, bronco, brutamontes, bruto, bruxa, bufo, burgesso, burlão, burro

C-  cabeça de abóbora, cabeça-de-alho-chôcho, cabeça-de-vento, cabeça no ar, cabeça oca, cabeçudo, cabotino, cabra, cabrão, cábula, caceteiro, cachorro, cacique, caco, cadela, caga-leite, caga-tacos, cagão, caguinchas, caixa de óculos, calaceiro, calão, calhandreira, calhordas, calinas, caloteiro, camafeu, camelo, campónio, canalha, canastrão, candongueiro, cão, caquética, cara-de-cu-à-paisana, caramelo, carapau de corrida, careca, careta, carniceiro, carraça, carrancudo, carroceiro, casca grossa, casmurro, cavalgadura, cavalona, cegueta, celerado, cepo, chalado, chanfrado, charlatão, chatarrão, chato, chauvinista, chibo, chico-esperto, chifrudo, choné, choninhas, choramingas, chulo, chunga, chupado das carochas, chupista, cigano, cínico, cobarde, cobardolas, coirão, comuna, cona-de-sabão, convencido, copinho de leite, corcunda, corno, cornudo, corrupto, coscuvilheira, coxo, crápula, cretino, cromo, cromaço, criminoso, cunanas, cusca

D- debochado, delambida, delinquente, demagogo, demente, demónio, depravado, desajeitado, desastrada, desaustinado, desavergonhada, desbocado, desbragado, descabelada, desdentado, desengonçado, desgraçado, deshumano, deslavado, desleal, desmancha prazeres, desmazelada, desmiolado, desengonçado, desenxabida, desonesto, despistado, déspota, destrambelhado, destravada, destroço, desvairado, devasso, diabo, ditador, doidivanas, doido varrido, dondoca, doutor da mula russa, drogado

E- egoísta, embirrento, embusteiro, empata-fodas, empecilho, emplastro, enconado, energúmeno, enfadonho, enfezado, engraxador, enjoado da trampa, enrabador, escanifobética, escanzelada, escarumba, escrofuloso, escroque, escumalha, esgalgado, esganiçada, esgroviada, esguedelhado, espalha-brasas, espalhafatoso, espantalho, esparvoado, esqueleto vaidoso, esquerdista, estafermo, estapafúrdio, estouvada, estroina, estropício, estulto, estúpido, estupor

F- faccioso, facínora, fala-barato, falhado, falsário, falso, fanático, fanchono, fanfarrão, fantoche, fariseu, farrapo, farropilha, farsante, farsolas, fatela, fedelho, feia-comó-demo, fersureira, figurão, filho da mãe, filho da puta, fingido, fiteiro, flausina, foção, fodido, fodilhona, foleiro, forreta, fraco-de-espírito, fraca figura, franganote, frangueiro, frasco, frígida, frícolo, frouxo, fufa, fuinha, fura-greves, fútil

G- gabarola, gabiru, galdéria, galinha choca, ganancioso, gandim, gandulo, garganeira, gato pingado, gatuno, gazeteiro, glutão, gordalhufo, gordo, gosma, gralha, grosseiro, grotesco, grunho, guedelhudo

H- herege, hipócrita, histérica

I- idiota, ignorante, imaturo, imbecil, impertinente, impostor, incapaz, incompetente, inconveniente, indecente, indigente, indolente, inepto, infame, infeliz, infiel, imprudente, intriguista, intrujona, invejoso, insensivel, insignificante, insípido, insolente, intolerante, intriguista, inútil, irritante

J- javardo, judeu

L- labrego, labroste, lacaio, ladrão, lambão, lambareiro, lambe-botas, lambéconas, lambisgóia, lamechas, lapa, larápio, larilas, lavajão, lerdo, lesma, leva-e-traz, libertino, limitado, língua-de-trapos, língua viperina, linguareira, lingrinhas, lontra, lorpa, louco, lunático

M- má rês, madraço, mafioso, maganão, magricela, malcriado, mal enjorcado, mal fodida, malacueco, malandreco, malandrim, malandro, malfeitor, maltrapilho, maluco, malvado, mamalhuda, mandrião, maneta, mangas-de-alpaca, manhoso, maníaco, manipulador, maniqueista, manteigueiro, maquiavélico, marado-dos-cornos, marafado, marafona, marginal, maria-vai-com-as-outras, maricas, mariconço, mariola, mariquinhas-pé-de-salsa, marmanjo, marrão, marreco, masoquista, mastronço, matarroano, matrafona, matrona, mau, medíocre, medricas, medroso, megera, meia-leca, meia-tijela, melga, meliante, menino da mamã, mentecapto, mentiroso, merdas, merdoso, mesquinho, metediço, mijão, mimado, mineteiro, miserável, mixordeiro, moina, molengão, mongas, monhé, mono, monstro, monte-de-merda, mórbido, morcão, mosca morta, mostrengo, mouco, mula, múmia

N- nababo, nabo, não-fode-nem-sai-de-cima, não-tens-onde-cair-morto, narcisista, narigudo, nariz-arrebitado, nazi, necrófilo, néscio, nhonhinhas, nhurro, ninfomaníaca, nódoa, nojento, nulidade

O- obcecado, obnóxio, obstinado, obtuso, olhos-de-carneiro-mal-morto, onanista, oportunista, ordinário, orelhas-de-abano, otário

P- pacóvio, padreca, palerma, palhaço, palhaçote, palonça, panasca, paneleiro, panhonhas, panilas, pantomineiro, papa-açorda, papagaio, papalvo, paranóico, parasita, pária, parolo, parvalhão, parvo, paspalhão, paspalho, passado, passarão, pata-choca, patarata, patego, pateta, patife, patinho feio, pato, pató, pau-de-virar-tripas, pedante, pederasta, pedinchas, pega-de-empurrão, peida-gadoxa, pelintra, pendura, peneirenta, pequeno burguês, pérfido, perliquiteques, pernas-de-alicate, pés de chumbo, peso morto, pesporrente, petulante, picuinhas, piegas, pilha-galinhas, pílulas, pindérica, pinga-amor, pintas, pinto calçudo, pintor, piolho, piolhoso, pirata, piroso, pitosga, pobre de espírito, pobretanas, poltrão, popularucho, porcalhão, porco, pote de banhas, preguiçoso, presunçoso, preto, provocador, proxeneta, pulha, punheteiro, puta, putéfia

Q- quadrilheira, quatro-olhos, quebra-bilhas, queixinhas, quezilento

R- rabeta, rabugento, racista, radical, rafeiro, ralé, rameira, rameloso, rancoroso, ranhoso, raquítico, rasca, rascoeira, rasteiro, rata de sacristia, reaccionário, reaças, reles, repelente, ressabiado, retardado, retorcido, ridículo, roto, rufia, rústico

S- sabujo, sacana, sacripanta, sacrista, sádico, safado, safardana, salafrário, saloio, salta-pocinhas, sandeu, sapatona, sarnento, sarrafeiro, sebento, seboso, sem classe, sem vergonha, serigaita, sevandija, sicofanta, simplório, snob, soba, sodomita, soez, somítico, sonsa, sórdido, sorna, sovina, suíno, sujo

T- tacanho, tagarela, tanso, tarado, taralhouca, tavolageiro, teimoso, tinhoso, tísico, títere, toleirão, tolo, tonto, torpe, tosco, totó, trabeculoso, trafulha, traiçoeiro, traidor, trambolho, trapaceiro, trapalhão, traste, tratante, trauliteiro, tresloucado, trinca-espinhas, trique-lariques, triste, troca-tintas, troglodita, trombalazanas, trombeiro, trombudo, trouxa

U- unhas de fome, untuoso, urso

V- vaca gorda, vadio, vagabundo, vaidoso, valdevinos, vândalo, velhaco, velhadas, vendido, verme, vesgo, víbora, viciado, vigarista, vígaro, vil, vilão, vingativo, vira-casacas

X- xenófobo, Xé-xé, xico esperto

Z- zarolho, zé-ninguém, zelota, zero à esquerda

Frases&mortais: Shakespeare


"SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO
MAS PARECE-ME BOSTA DE CÃO!"

William Shakespeare, ao chegar a casa depois de passear o seu pastor-alemão "Hamlet" no jardim em frente.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Frases&mortais: CAVACO SILVA



"NUNCA ME ENGANO E RARAMENTE TENHO DÚVIDAS
...Ó MULHER, DESCULPA, PENSEI QUE OS TEUS ANOS ERAM AMANHÃ"

Cavaco Silva, para a inconsolável Maria, sem a prenda de aniversário

terça-feira, 25 de junho de 2013

Frases&mortais: FERNANDO PESSOA


AMAR SEM SER AMADO
É COMO LIMPAR O CU SEM TER C@G@DO!

(Fernando Pessoa, em "Mensagem"... bloqueada pelo Facebook)

Frases&mortais: JÚLIO CÉSAR

"ALEA JACTA EST...PORRA, QUE A ÁGUA ESTÁ GELADA..."

(Júlio César, ao atravessar o Rubicão)

Frases&mortais: CAMÕES


"AMOR É FOGO QUE ARDE SEM SE VER
E ESTA MALDITA PALA NO OLHO, ARRE!"

LUÍS VAZ DE CAMÕES, depois de mais uma nega da Infanta.

Frases&mortais: Pombal


"Enterrem-se os mortos e tratem-se os vivos
...antes que PS, PSD e CDS acabem com o SNS"

Marquês de Pombal, após o terramoto de 1775. 

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Frases&mortais: "E NÃO SOBROU NINGUÉM"...SÓ EU

"Quando os nazis levaram os comunistas
eu calei-me, porque, afinal, eu não era comunista.
Quando eles prenderam os sociais-democratas, 
eu calei-me, porque, afinal, eu não era social-democrata. 
Quando eles levaram os sindicalistas 
eu não protestei, porque, afinal, eu não era sindicalista. 
Quando levaram os judeus, 
eu não protestei, porque, afinal, eu não era judeu.
Quando eles me levaram, não havia mais quem protestasse
Mas preenchi o livro de reclamações e voltei para o Facebook"

VLADIMIR MAIAKOVSK adaptado por MARTIN NIEMOLLER
(e não de BERTOLT BRECHT como muitos ignorantes insistem)

sábado, 22 de junho de 2013

A NOITE MAIS CURTA DO ANO




Sempre adorei o solstício de Verão por uma razão simples: a partir de agora, as noites começam a ser mais longas e os dias mais curtos, o que a minha costela de lobisomem agradece e até coincidiu com a Lua Cheia. Auuuuuuuuuuuh! Bom, para começar, uma vez que a minha prima Vera estava de saída, dei uma vista de olhos (cada vez vejo pior e umas lunetas já davam um certo jeito) rápida pelo Big Brother Vip na vã esperança de uma aparição retumbante da Raquel Henriques, a "brasa incendiária" que um tal de Edmundo não vasculha diligentemente nem sai de cima.
Quem me saltou para cima, a propósito, foi a minha gata "Nika", persa-tartaruga-azul-mesclada e peluda, que se enroscou no meu peito e mal me deixava ver o ecrã da televisão ao fundo da cama, tendo de espreitar por entre os longos pêlos dela o jogo final da NBA entre os Miami Heat e os Santo Antonio Spurs. Os Heat eram o "meu" Benfica e os Spurs esse tal clube de pijama às riscas verdes. 

LeBron James & Cª jogam o tipo de basquetebol de rua: gingão, improvisado e individualizado por pinceladas de génio, como o triplo de Chalmers a dar vantagem à rapaziada da Florida dos pântanos dos "uoligatores" frente ao sistema muito arrumadinho e organizadinho, comandado por esse tipo com ares de quem não parte um prato, o esfíngico Tim Duncan. Yessssssssss, triunfaram os Miami Heat e por cada cesto deles saía um berro que fazia estremecer o novelo de pêlo que ressonava em cima de mim. 
Acabado o prélio da bola ao cesto, deu-me a fome. Uma sandes de queijo flamengo, ao qual me esqueci de tirar o plástico e depois uma cigarrada no local mais sagrado de qualquer lar, o WC. 
Novo mergulho na cama e a atenção fixa no filme "Era Uma Vez na América". Desta vez sem a "Nika" empoleirada em cima de mim mas a "Dolfa", com o cio, a clamar desalmadamente pela presença do "Tomassas", que não perde uma...Ah pois...
O filme de gangsters é longo e pode dividir-se em duas partes: cerca de dois terços da história está ao nível excelente do cinema americano, mas o último terço assemelha-se às chachadas dos filmes portugueses e para ser essa pobreza franciscana completa só faltou aparecer por lá um tal Nicolau Breyner, a bojuda figura que aparece à frente de toda a aparelhagem relacionada com a sétima arte...
Já era dia mas não hora de dormir. A bem nutrida sandes de queijo inchava cá dentro e mais uma cigarrada despertava umas tossidelas. O "Tomassas", entretanto, já cumprira os deveres conjugais felinos com a "Dolfa" e a "Nika" ajeitou-se em cima do roupão.
O filme "Encontro Acidental" (salvo erro porque os olhos já estavam turvos...) não é uma obra-prima como a minha prima Vera que está noutro "post", mas entretém sem compromissos intelectuais complexos. É um caso de amor à primeira vista mas com muitos desencontros até ao encontro "imediato" de primeiro grau, que não acabou na cama, como é costume, mas numa pista de gelo, como o briol que entrava pela minha janela. Eu também ando desencontrado aí com uma eventual mais-que-tudo. A discrição, no entanto, é a melhor armadilha que se pode montar a uma tipa 12 numa escala de 0 a 10...
E foi já com a população que ainda tem a sorte (ou o azar) de estar a bulir no emprego que eu finalmente adormeci. E até sonhei com uma frondosa amiga aqui do Face...