segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Entrevista a ANABELA QUENTAL, directora da "BOA ESTRELA": "Devo ter costela de padre"


Anabela Quental é a directora da revista "Boa Estrela". Uma publicação do "outro mundo". Como ela. A Anabela, claro. Poderia ter sido uma estrela de cinema se os "caçadores de belezas" não andassem a dormir. Além disso é daquelas pessoas com quem se simpatiza não se sabe bem porquê. Mas pela foto adivinha-se uma noção do tal "porquê". Há 19 anos que se empenha na lufa-lufa de ter pronta para as bancas mais uma edição. Já vai nas 230. Mais ou menos. É obra. Ah, também escreveu o livro "Contos do Além". E agora o diálogo, não só separado pelas perguntas e respostas mas também pelo Acordo Ortográfico. Ela adotou-o mas eu não abdico do "p"... Pffff!

-- Como apanhaste o "bichinho" do Jornalismo?

-- Desde que me conheço por gente que gosto de escrever. Andava no liceu e fazia redações para os meus colegas- adequadas ao estilo de cada um deles. Em compensação eles passavam-me os testes de Matemática, mas nem a copiar conseguia tirar positiva… Entretanto fui continuando a escrever, trabalhei num Infantário 8 anos, mais 8 anos nas Páginas Amarelas, até que um dia, quando fiz 37 anos, disse para comigo: «ou sais agora e fazes aquilo de que gostas, ou então estás condenada a passar a vida inteira a ganhar bem, mas sem realizações!». E saí!

-- O que te levou a entrar num projecto como a "Boa Estrela"?

-- Mera coincidência. Fui a uma banca e comprei uma revista que costumava ler: a «Crónica Feminina». Pediam um fotógrafo. Como tinha tirado um curso de fotografia, resolvi ir à sede da revista e oferecer-me para o lugar. Falei com a diretora, que se mostrou recetiva, e disse-lhe que, caso quisesse, também poderia fazer os textos. Ela aceitou (embora nunca me tenham pago…), e posteriormente disse-me que havia uma empresa que estava a pedir um projeto para uma revista esotérica. Fiz o projeto da edição 0, que acabou por ser a edição nº 1. E já lá vão quase 20 anos…

-- É uma revista fora do que é normal ler-se, não achas?

-- Sim, de facto é. Mas os conteúdos têm imensa aceitação, até porque em outros países existem revistas idênticas.

-- Acreditas, no fundo, em tudo o que publicas?

-- Eu coloco-me sempre na posição de observadora. Seria de mau tom envolver-me, até por uma questão de equilíbrio pessoal.

-- Tens muita gente a pedir-te conselhos?

-- Muita! Mesmo os amigos mais chegados… Eu costumo dizer que devo ter uma costela de padre, porque toda a gente me confessa segredos. Até pessoas ligadas à televisão, cantores, atores, etc., guardam qualquer coisa para contar depois de eu desligar o gravador.

-- Alguns dos temas não os consideras contra-natura?

-- Porquê?... Tudo aquilo que é publicado tem fundamento! Mais «anti-natura» são as revistas que fazem primeiras páginas a invadir a privacidade alheia.

-- O que te levou a enveredar por essa temática?

-- Considero interessantes estas matérias, embora reconheça que se tornam cansativas, porque não há descanso. Mas aceitei o desafio, e fui por aí fora durante estes 19 anos, que passaram a correr.

-- És religiosa no sentido tradicional do termo?

-- Diria que não. De qualquer maneira, se há alguma religião com a qual me identifico um pouco, será com o Budismo.

-- Segues na prática o que aconselhas aos outros?

-- Normalmente não. Mas confesso que também não peço conselhos a ninguém- tento resolver os meus problemas sozinha. Bem ou mal, tenho-os resolvido!

-- Vês as pessoas como um todo ou individualizas?

Individualizo. Cada pessoa é diferente da outra; não existem duas pessoas iguais!

-- Essa tua filosofia de vida ajuda-te no dia-a-dia?

-- Sim, de certa forma. Mas nos poucos momentos que tenho livres tento libertar-me desses pensamentos (embora não seja fácil…)

-- És uma apaixonada pela arte e também pela arte de viver?

-- Sou mais apaixonada pela arte de viver do que propriamente pela arte. Sou extremamente curiosa e, por exemplo, quando viajo, prefiro falar com pessoas do que andar a ver museus.

-- A "Boa Estrela" vai ficar por aqui ou pretendes desenvolvê-la?

-- Sim, pretendo desenvolvê-la. É uma revista que tem milhares de leitores e que coordeno desde o início. Não pretendo desiludir os leitores!

-- És mais influenciada pela Filosofia ou pela Natureza?

-- Diria que por ambas… A natureza é o complemento da filosofia. E a filosofia é o complemento da natureza. Quando o espírito se ocupa com questões laborais, está mais influenciado pela filosofia. Quando se liberta, entra a influência da natureza.

-- Vives segundo dogmas ou ao sabor dos acontecimentos?

-- Completamente ao sabor dos acontecimentos! Evito pensar no passado e no futuro. Acho que as «recordações», por melhores que sejam, são sempre negativas.

-- Viveste alguma experiência "sobrenatural"?

-- Sobrenatural, não. Mas tive dois casos na minha vida que foram marcantes pela premonição que envolveram.

-- Tiveste conhecimento de alguma através de alguém?

-- Ui, tantos!!!... Aliás, escrevi um livro, «Contos do Além», que é baseado em relatos verídicos de histórias que me foram contadas- umas por pessoas amigas, outras por pessoas que mal conhecia.

-- Alguma te impressionou?

-- Acho que perdi a capacidade de me impressionar. Ouço, registo e guardo esses relatos na memória. Possivelmente para morrerem comigo, ou então para escrever muito mais livros.

-- Nesta altura de crise, também existencial, procuram-te mais?

-- Sim, de facto existe uma tentativa por parte das pessoas de procurar «socorro». Mas é curioso: procuram-me mais por motivos amorosos do que propriamente financeiros…

-- O que te falta realizar para te realizares plenamente?

-- Acho que o ser humano nunca está plenamente realizado… Quando tem dinheiro não tem amor, quando tem amor não tem saúde, quando tem saúde não tem dinheiro… Quando está bem há sempre alguém ao lado que sofre… Enfim, faz parte da natureza do homem estar sempre à procura de «algo mais». Tenho plena consciência de que nunca estarei realizada!

That´s all, folks! Por agora...

1 comentário:

  1. Ola.
    Voces criticam o signo Virgem mas o que é facto é que Virgem é um signo Maravilhoso!!!
    Hoje dia 8 de Setembro é o Aniversário, o dia da Natividade de Virgem Maria!!!
    Hoje a Igreja Catolica celebra a Natividade da Abençoada Virgem Maria !
    Virgem
    Regente Exoterico: Mercurio
    Regente Esoterico: Lua
    Regente Hierárquico: Jupiter
    Triplicidade de : Venus
    Polaridade: Feminina
    Mês: Setembro (Antigo 7º mês do ano para o calendário romano juliano)
    Representaçao:
    1- Mulher , uma bela donzela Virgem. Uma mulher pura
    2- Vagina da Mulher, este signo é a representação feminina maxima do Zodiaco
    3- Uma Senhorita, uma Miss
    4- Uma flor pura, virgem, natural

    Virgem é o signo mais antigo do Zodiaco!
    Este signo apareceu no Zodiaco devido a Perseforne (Deusa dos Frutos , das flores e dos Perfumes). Tal como Virgem é uma deusa associada á natureza e ao belo.
    Há quem considere que a
    Areceu no zodíaco devido ao mito da deusa Yustiça, uma donzela que viveu na Idade do Ouro mas ficou triste com tantas injustiças do Mundo que voltou para as estrelas e foi consagrada a constelação de Virgem e a Libra as balanças que Yustiça transportou.
    Há ainda quem considere que este signo esta associado ao Minto dos Unicornios. Pois so as donzelas e mulheres virgens e puras podiam tocar e domar os unicórnios.
    Virgem:
    Madre Teresa de Calcutá- Macedónia, 26 de Agosto de 1910
    Virgem Maria- Festa da Natividade de Virgem Maria, 8 de Setembro
    Brasil- Dia da Independência do Brasil, 7 de Setembro
    Amazónia- Dia Internacional da Amazónia 5 de Setembro
    Cesaria Évora (Artista Romântica, criou a Morna musica tradicional de Cabo- Verde) - Cabo Verde, 27 de Agosto de 1940
    Benzerra de Menezes (Medico dos Pobres)- Brasil, 29 de Agosto de 1820
    David Copperfield (Mágico/Ilusionista mais famoso do Mundo)- Suiça, 16 de Setembro de 1968
    Vlad II Dracul (Famoso Drácula) - Valáquia Roménia, 30 de Agosto de 1400
    Jean-Auguste Dominique Ingres (Famoso artista do classicismo que pintou o quadro “Jupiter e Thetis” , “Venus Anadyomene”, entre muitas)- Paris, 29 de Agosto de 1780
    Johann Wolfgang von Goethe (Famoso Poeta escreveu a famosa “Erotica Romana”) -Frankfurt am Main, 28 de Agosto de 1749

    Entre muitos outros bons que se destacaram e brilharam na Historia (Artes, literatura, dança, cultura, magia, apresentação, televisão, moda, beleza, 7ºarte, musica…)
    Muitos notáveis e dos melhores artistas e poetas da Historia do Mundo são nativos de Virgem!!!

    ResponderEliminar