domingo, 4 de agosto de 2013

THE SHINING


Há coisas do arco-da-velha. Por vários motivos, nunca tinha visto o filme "The Shining", com Jack Nicholson no principal papel e realizado por Stanley Kubrick em 1980. Esta madrugada, no Canal Hollywood, tive, finalmente, oportunidade de assistir a uma obra que é considerada como um dos melhores filmes de terror de todos os tempos. 
Ainda bem que nunca se proporcionou ir ao cinema ver o tão badalado "The Shining". O argumento é de uma pobreza atroz, salva-se o cenário do hotel, e a substância da película roça o ridículo pela previsibilidade e o suspense rasca. 
A ajudar à desilusão, o Jack Nicholson faz tantas caretas inapropriadas nas cenas que o filme de terror se transforma rapidamente num filme cómico, ao ponto de me fazer arrancar umas boas gargalhadas alta madrugada. Só faltou aparecer por lá o Nicolau Breyner para a diversão ser total. 
Agora já sei: quando precisar de um suplemento para me fazer rir ou arrancar de alguma fase mais depressiva vou ver o "The Shining". Ah! Ah! Ah!

Sem comentários:

Enviar um comentário