domingo, 20 de março de 2011

"1 MILHÃO" SEM PANINHOS QUENTES !


Aprecio a ideia de "1 Milhão na Avenida da Liberdade Pela Demissão de Toda A Classe Política". Ok. estou de acordo. Não gosto de Política, não gosto de Políticos e muito menos dos que nos têm governado desde o 25 de Abril e conduziram o País ao estado miserável em que se encontra. 
A Geração À Rasca saiu à rua, juntou um número assinalável de 300.000 manifestantes, mas o "passeio" agradável pela Avenida da Liberdade entrou por um ouvido e saiu por outro de quem nos governa. No sábado passado, mais um mar de gente circulou por aquele itinerário e a Política continua a desenrolar-se nos bastidores sem qualquer sinal de ter sido minimamente incomodada. 
Daí a pergunta: esta "Marcha de 1 Milhão" vai efectuar-se nos mesmos termos que as duas reuniões anteriores? Se assim for obviamente que nem um presidente de Junta de Freguesia se irá demitir. Quanto muito aparecem umas imagens nas televisões, uns comentadores com ar de gozo a ridicularizar a iniciativa e os Políticos impávidos e serenos a continuarem a sua obra sinistra de arruinar Portugal. 
Vamos pressionar para demitir o Presidente da República?
Vamos pressionar para demitir o Governo?
Vamos pressionar para demitir a Assembleia da República?
Vamos pressionar para demitir os governadores-civis, os autarcas, as administrações das empresas públicas? 
Não creio que ninguém se incomode sequer com "1 Milhão na Avenida da Liberdade" se tudo decorrer como uma Meia Maratona de Lisboa feita a passo de caracol. 
É preciso responsabilizá-los pela falta de credibilidade das instituições e acusá-los com factos concretos que têm passado ao lado da indignação geral. Não bastam uns cartazes irónicos sobre Fulano ou Beltrano. É preciso chamar os "boys" pelos nomes, números, estatísticas que provem quanto mal têm causado ao País. Mas tudo isto de modo acutilante, sonoro, explícito, que especifique visivelmente a carreira de cada uma das sanguessugas que têm vivido à custa do Estado e convencê-los de uma vez por todas que para eles não há mais votos e terminou a confiança dos cidadãos nas suas acções lesivas do Estado Português. 
Isto com paninhos quentes não vai a lado nenhum !

Sem comentários:

Enviar um comentário