terça-feira, 22 de março de 2011

Bandeira preta no Castelo de São Jorge

"1 Milhão" à reconquista de S.Jorge

Os integrantes da marcha "1 Milhão na Avenida da Liberdade" deveriam encetar uma acção muito mais incisiva do que apenas um "passeio" do Marquês de Pombal até aos Restauradores, uma "romaria" muito "dejá vu" e rotineira...  Precisa-se de uma concentração mais incisiva e simbólica de modo a que o seu impacto afecte definitivamente a consciência da classe política. Por que não este movimento "1 Milhão" desaguar no Castelo de São Jorge e hastear na torre mais alta do majestoso  símbolo da independência nacional uma bandeira negra e faixas negras penduradas nas ameias, simbolizando o repúdio geral pelo estado a que Portugal chegou por manifesta incompetência e ganância pessoal de quem nos tem (des)governado ao longo das últimas décadas?
A revolta contra as forças invasoras francesas também se iniciou quando o general Junot hasteou a bandeira francesa no Castelo de São Jorge. Esta manifestação de desagrado pela actuação danosa dos políticos portugueses poderia repetir, duzentos anos depois, a indignação popular de então e que encorajou os portugueses a oporem uma resistência firme e corajosa contra as hordas napoleónicas . Estou certo que a "reconquista" desse monumento pelo povo constituiria um sério aviso para os putativos candidatos à vida política reflectirem futuramente sobre o seu comportamento quando detentores de cargos públicos.  

Sem comentários:

Enviar um comentário